Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Fissura em barragem obriga quase 200 mil pessoas a abandonarem casas na Califórnia

REUTERS

O risco de um desmoronamento na maior barragem norte-americana em Oroville, levou a que tenha sido lançado um apelo para o evacuamento urgente da região

As quase 200 mil pessoas que residem abaixo da maior barragem norte-americana perto de Oroville, no norte da Califórnia, receberam este domingo instruções para abandonarem as suas casas e saírem urgentemente da região, devido ao risco de desmoronamento de um vertedouro da estrutura.

As fortes chuvas e o aumento da pressão da água levou a que o vertedouro de emergência da barragem com 230 metros de altura tenha ficado numa situação de colapso iminente, o que a acontecer levaria a que comunidades rurais ao longo do rio Feather ficassem inundadas.

As autoridades ordenaram a retirada dos residentes das localidades de Oroville, Palermo, Gridley, Thermalito, South Oroville, Oroville Dam, Oroville East e Wyandotte.

Após terem descoberto uma fissura, as autoridades tentaram tapar o buraco com sacos de pedras colocados através de helicópteros e tentaram reduzir o nível da água para diminuir a pressão.

Algumas horas depois, o risco de desmoronamento já não era tão grande, mas as ordens de evacuação da área foram mantidas.

Centros de acolhimento foram montados em Chico, a cerca de 30 quilómetros a noroeste de Oroville, mas as principais estradas para sul estavam engarrafadas de habitantes locais que procuravam abandonar a região. Alguns queixavam-se de que tinham sido mal informados sobre a situação.