Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

A Coreia do Norte lançou um míssil. Agora, os EUA, Japão e Coreia do Sul pedem reunião urgente à ONU

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un

KNS/GETTY

O lançamento do míssil, que voou em direção ao mar do Japão, foi um teste e segundo a agência de notícias da Coreia do Norte, a KCNA, foi um “êxito”

Os Estados Unidos, o Japão e a Coreia do Sul pediram no domingo uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o lançamento de um míssil balístico pela Coreia do Norte que voou em direção ao mar do Japão.

“Os Estados Unidos, o Japão e a República da Coreia solicitaram consultas urgentes sobre o lançamento de míssil balístico pela República Popular Democrática da Coreia a 12 de fevereiro [domingo]”, afirmou um porta-voz da missão norte-americana na ONU, citado pela Agência France Presse.

O míssil foi lançado a partir da base aérea de Banghyon, na província ocidental de Pyongyang norte, e voou para leste em direção ao mar do Japão, e segundo a agência de notícias da Coreia do Norte, a KCNA, o lançamento foi “testado com êxito". Contudo, o anúncio foi feito inicialmente pela Coreia do Sul e foi de imediato condenado pelo secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), Jens Stoltenberg.

Também o Presidente dos EUA, Donald Trump, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que está em visita aos EUA, reagiram ao lançamento deste míssil, exigindo que a Coreia do Norte pare com as provocações e garantindo que Washington e Tóquio estão juntos “a 100%”.