Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Daesh reivindica ataque lançado do Egito contra Israel

Foguetes foram disparados contra a cidade portuária israelita de Eilat durante a noite de quarta-feira

O autodenominado Estado Islâmico (Daesh) reivindicou o atentado de quarta-feira à noite com foguetes lançados a partir da província egípcia do Sinai e que atingiram a cidade portuária israelita de Eilat sem causar vítimas ou danos materiais.

A Força de Defesa de Israel indicou que o seu sistema antimísseis Cortina de Ferro abateu três engenhos disparados do vizinho Sinai, ao final do dia de quarta-feira. No total, terão sido disparados até sete engenhos.

Os meios de Comunicação Social da Faixa de Gaza indicaram que os ataques não eram da autoria do Hamas, mas do Daesh, algo que foi depois confirmado pelos canais de informação ligados ao grupo.

Há suspeitas de que diversos grupos sediados no Sinai terão, no passado, efetuado múltiplos ataques a Israel.

Esta foi contudo a primeira vez que o sistema da Cortina de Ferro intercetou engenhos disparados contra a cidade desde a guerra contra o Hamas em 2014.