Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump ameaça retirar financiamento da Universidade de Berkeley

NOAH BERGER/REUTERS

A ameaça do Presidente norte-americano surge em resposta aos manifestantes que impediram Milo Yiannopoulos, um polémico comentador de extrema-direita, de intervir na universidade californiana

O Presidente norte-americano escreveu esta quinta-feira no Twitter uma mensagem a levantar a hipótese de ser retirado o financiamento à Universidade de Berkeley, em sequência da ação dos manifestantes que impediram a prevista intervenção de Milos Yiannopoulos, na instituição californiana.

“Se a U.C. Berkeley não permite a liberdade de expressão e pratica violência sobre pessoas inocentes com pontos de vista diferentes – NENHUNS FUNDOS FEDERAIS?”, escreveu Donald Trump na rede social.

Manifestantes começaram por protestar pacificamente, mas a determinada altura partiram janelas e fizeram deflagrar elementos pirotécnicos em protesto contra a prevista intervenção do polémico comentador de extrema-direita e editor do site “Bretbart News”, sem que a polícia os tenha conseguido controlar. Em seguida foi anunciado que a intervenção de Yiannopoulos fora cancelada, o que deu lugar a festejos.

O comentador é conhecido pelas suas posições radicais e pelo estilo provocador, tendo chegado por exemplo a qualificar as feministas como “um cancro”. Após o cancelamento divulgou um comentário no YouTube a acusar os diversos movimentos de esquerda, os feministas e os membros do Black Lives Matter de, nos últimos anos, terem se tornado “totalmente antiéticos em relação à liberdade de expressão”, ao ponto de, após a vitória de Trump, “não permitirem que qualquer orador no campus, nem mesmo alguém tão tonto, inofensivo e gay como eu, tenha a sua voz ouvida...”

Apesar da ameaça de Trump, não é contudo claro como possa retirar o financiamento da universidade sem a autorização do Congresso.

Berkeley recebe anualmente entre 371 milhões e 417 milhões de euros de financiamento, para além de 200 milhões concedidos em bolsas aos seus estudantes.