Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Livro Branco do Brexit” dá 14 semanas de férias aos britânicos

LIONEL BONAVENTURE / AFP / Getty Images

Nas redes sociais já circulam piadas de quem diz estar desejoso de vir a poder solicitar todas as férias que a saída da União Europeia supostamente lhes vai conceder

O documento divulgado esta quinta-feira pelo governo de Theresa May sobre o Brexit indica que os britânicos têm direito a 14 semanas anuais de férias pagas.

O erro surge num dos gráficos incluídos no “Livro Branco do Brexit”, o documento de 32 páginas que foi revelado pelo secretário de Estado para o Brexit, David Danis, que apresenta a comparação entre as condições a que os britânicos e os cidadãos da União Europeia têm direito, de acordo com as respetivas legislações laborais.

Na realidade, os britânicos que trabalham cinco dias por semana têm direito a 5,6 semanas (28 dias úteis) de férias pagas.

Na redes sociais já circulam piadas de quem diz estar desejoso de vir a poder solicitar todas as férias que a saída da União Europeia supostamente lhes vai conceder.