Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Jornalista francês expulso à força de evento com Marine Le Pen

A empresa responsável pela segurança no local garante que não recebeu ordens nesse sentido por parte da Frente Nacional

Um jornalista da estação francesa F1 foi expulso esta quarta-feira de forma violenta num evento onde se encontrava Marine Le Pen, líder da Frente Nacional

Paul Larrouturou, repórter do programa “Le Quotidien”, foi empurrado por dois seguranças no Salão de Empreendedores, em Paris, após ter questionado a líder da extrema direita sobre o alegado desvio de fundos europeus para pagar a funcionários do partido.

O jornalista estava devidamente acreditado e disse não ter entendido a razão por tal atitude por parte dos seguranças. Contactada pelo jornal "Sud-Ouest", a empresa responsável pela segurança garantiu que não recebeu ordens nesse sentido por parte da Frente Nacional.

“Há um grande número de jornalistas, visitantes. Houve uma corrida para chegar ao pé de Marine Le Pen. A segurança deve ser respeitada. Os seguranças não têm um papel fácil...do outro lado da câmara, não vemos mas há um enorme tumulto e eles não sabem se este ou aquele é jornalista”, justificou a empresa.

Acrescentou ainda que foram dois agentes da polícia que orderam os seguranças a retirarem o jornalista do local.

De acordo com o “Huffington Post”, este não foi um episódio inédito a envolver o jornalista francês e a Frente Nacional. Em 2015, Paul Larrouturou e dois outros jornalistas foram agredidos por militantes da FT, após uma entrevista com o membro do partido Bruno Gollnisch durante o desfile do 1 de maio.