Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

ONU alerta para deterioração da situação da Ucrânia

ALEKSEY FILIPPOV/GETTY

Conselho de Segurança da ONU pede o regresso imediato ao cessar-fogo na Ucrânia

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) alertou esta terça-feira para a deterioração da situação no leste da Ucrânia e pediu o regresso imediato ao cessar-fogo.

Num texto que foi aprovada por unanimidade, no final da reunião do Conselho de Segurança, os 15 membros “manifestaram uma grande preocupação com a perigosa deterioração da situação no leste da Ucrânia e com o seu sério impacto na população civil.”

Condenaram também o “uso de armas proibidas pelos acordos de Minsk ao longo da linha de contacto na região de Donetsk, que causou mortes e feridos, incluindo civis” e reafirmaram o seu “total apoio à soberania e integridade territorial da Ucrânia”, refere a Reuters.

A declaração do Conselho de Segurança da ONU surge depois de as forças ucranianas e os rebeldes se terem envolvido em confrontos na cidade de Avdiivka que causaram pelo menos 13 mortos e deixaram mihares de habitantes sem água e eletricidade.

As autoridades da Ucrânia anunciaram entretanto que estão a ponderar a evacuação da cidade, de forma a evitar uma crise humanitária.

Mais de dois anos após a assinatura dos acordos de Minsk para a paz na Ucrânia, as duas partes continuam a desrespeitar o pacto e trocam acusações de violência.

Desde o início do conflito na Ucrânia, em 2014, quase 10 mil pessoas morreram, depois de a Rússia anexar a Crimeia e os rebeldes pró-russos intensificarem os ataques na região.