Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

PM britânica diz que não hesitará em dizer a Trump o que acha “inaceitável”

BBC / JEFF OVERS / HANDOUT

Um dia após a Marcha das Mulheres, Theresa May sublinha que irá lembrar ao Presidente dos EUA, no encontro que terão na próxima semana em Nova Iorque, que estará ali enquanto “chefe de governo e mulher”

A primeira-ministra britânica vai viajar na próxima sexta-feira para Washington para um encontro com Donald Trump. Theresa May será assim a primeira líder estrangeira a reunir-se com o novo Presidente dos EUA, poucos dias depois da sua tomada de posse.

Em declarações à BBC, a chefe do governo britânico assegurou este domingo que não terá receio em chamar a atenção de Trump em relação a aspetos que considera intoleráveis. “Já disse que alguns comentários de Donald Trump sobre as mulheres são inaceitáveis. Quando me sentar com ele penso que a maior declaração que farei sobre o papel das mulheres é o facto de lembrar que estarei ali enquanto chefe de governo e mulher”, afirmou May à estação britânica.

O encontro será uma oportunidade para os dois líderes reafirmarem o interesse em manter a “relação especial” entre os dois países, numa altura em que o Reino Unido deixa o mercado único com o Brexit.

Logo após o referendo de 23 de junho, Trump defendeu que a saída do Reino Unido da UE seria muito positiva para o país, antecipando que mais países europeus seguirão os mesmos passos.

Em novembro, Trump defendeu inclusivamente que Nigel Farage, ex-líder do eurocético Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), que liderou a campanha a favor do Brexit, fosse nomeado embaixador britânico em Washington. Na altura, o executivo britânico não demorou a reagir, afirmando que essa vaga está ocupada por Kim Darroch, um “ótimo embaixador” nos EUA.

A admiração entre Nigel Farage e Donald Trump é mútua, tanto que o ex-líder do UKIP foi o primeiro político britânico a reunir-se com o novo Presidente norte-americano após a sua eleição. O momento foi partilhado numa foto que foi publicada no Twitter.