Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bebé de três meses é a última vítima de atropelamento em Melbourne

Cinco pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas, algumas com gravidade, quando um veículo perseguido pela polícia atropelou na sexta-feira vários transeuntes na baixa de Melbourne, na Austrália

Um bebé de três meses foi a quinta vítima de um atropelamento na sexta-feira na baixa de Melbourne, na Austrália. O ocupante do automóvel, que estava a ser perseguido pela polícia, entrou numa área exclusiva para pedestres, atingindo transeuntes numa famosa artéria comercial da segunda maior cidade da Austrália.

Cinco pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas, algumas com gravidade. A polícia australiana já descartou a hipótese de terrorismo.

Uma menina de 10 anos, dois homens de 25 e 33 anos e uma mulher de 32 são as outras vítimas mortais deste acidente.

O homem de 26 anos que conduzia a viatura foi detido de imediato. As imagens televisivas mostraram um carro vermelho danificado, com as portas dianteiras abertas e o para-brisas partido, e o que parece ser um carrinho de bebé virado ao contrário.

Agentes fortemente armados foram destacados para a zona, no coração da cidade que acolhe nesta altura o Open da Austrália.

No torneio, este sábado, foi cumprido um minuto de silêncio em homenagem às vítimas mortais em Melbourne.

Antes do início da partida entre o espanhol Rafael Nadal e o alemão Alexander Zverev, os tenistas e o público ficaram de pé e em silêncio, enquanto nos ecrãs do torneio era exibida a mensagem: “Vocês eram inocentes e não serão esquecidos”.