Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Sigmar Gabriel: “Quem adormece em democracia, pode acordar numa ditadura”

Adam Berry/GETTY

O vice-chanceler alemão apelou à defesa da democracia para evitar novas ditaduras

O vice-chanceler alemão e líder do Partido Social Democrata (SPD) juntou-se este sábado à manifestação organizada em Koblenz (este da Alemanha) para protestar contra a reunião da ultra direita europeia na cidade e sublinhou a necessidade de defender a democracia.

"Quem adormece em democracia, pode acordar numa ditadura", escreveu Sigmar Gabriel na sua conta de Twitter, enquanto cerca de 5 mil pessoas, segundo estimativas policiais, marchavam contra o populismo.

Na manifestação participou também a primeira-ministra do estado federado da Renânia do Norte-Palatinado, a também social-democrata Malu Dreyer, que defendeu "uma Koblenz pela liberdade e tolerância e contra o nacionalismo, o racismo e o ódio".

A marcha, em que participou o ministro das Relações Exteriores do vizinho Luxemburgo, Jean Asselborn, foi convocada por uma plataforma de mais de uma centena de partidos, sindicatos, igrejas e organizações não-governamentais e grupos sociais, sob o lema "Koblenz não perde a sua diversidade".