Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Há sinais de mais pessoas vivas dentro do hotel soterrado em Itália

A imagem de um dos sobreviventes a ser retirado do interior do hotel soterrrado

REUTERS

Para além das sete pessoas resgatadas esta sexta-feira, após terem permanecido mais de 40 horas dentro do hotel soterrado numa estância de esqui na região italiana de Abruzzo, surgiram sinais de que possa haver mais sobreviventes bloqueados

”Outras pessoas responderam aos nossos sinais”, afirmou esta tarde o bombeiro Giuseppe Romano, citado pela Sky News, após esta sexta-feira os primeiros sete sobreviventes terem sido resgatados do interior do hotel Rigopiano, numa estância de esqui na região italiana de Abruzzo, soterrado por uma avalanche na quarta-feira à noite.

Inicialmente foi indicado terem sido resgatadas oito pessoas com vida, mas essa informação foi entretanto retificada pelas autoridades italianas.

Os bombeiros referiram que uma mulher e a sua filha conseguiram atear um fogo para se aquecerem e sobreviverem, durante as mais de 40 horas que permaneceram numa bolsa de ar, encurraladas pela neve que preencheu os escombros do hotel.

Estima-se que cerca de 30 pessoas encontravam-se no interior do hotel de três andares. Até agora apenas foram encontrados cinco cadáveres.

As operações continuam a ser dificultadas pelo risco de derrocadas.