Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Dezenas de bombeiros mortos em derrocada de edifício em Teerão

ABEDIN TAHERKENAREH/EPA

Um porta-voz dos bombeiros garante que os responsáveis pelo edifício foram avisados “várias vezes sobre a falta de condições de segurança” do mesmo

Helena Bento

Jornalista

Um edifício comercial de 17 andares, localizado no centro de Teerão, capital do Irão, colapsou esta quinta-feira durante um incêndio cujas causas ainda não foram apuradas. Foram enviados 200 bombeiros para o local, dos quais terão morrido pelo menos 30, de acordo com a estação de televisão estatal iraniana Press TV. Outras 75 pessoas ficaram feridas durante o combate às chamas.

O alerta foi dado às 8h (4h30 em Lisboa). A estação de televisão indica que “muitas pessoas estão ainda presas nos escombros” do edifício colapsado e que “muitos lojistas e consumidores”, assim como “dezenas de bombeiros”, encontravam-se no interior do edifício quando ocorreu o incêndio e a derrocada.

“Parecia um filme de terror”, afirmou o dono de uma mercearia à agência Reuters, que foi forçado pelas autoridades a abandonar a área. “O edifício colapsou mesmo à minha frente”, disse.

Em declarações à Al-Jaazera, um porta-voz dos bombeiros, Jalal Malekias, garante que os responsáveis pelo edifício foram avisados “várias vezes sobre a falta de condições de segurança” do mesmo.

O porta-voz acrescentou que não existiam extintores no prédio e que a roupa dos estabelecimentos comerciais encontrava-se armazenada nas escadas, o que constituía um perigo, em caso de incêndio. “Os administradores não prestaram atenção aos avisos”, disse.

De acordo com a BBC, que cita a agência de notícias iraniana Tasnim, o prédio “já tinha ardido no passado”.

O edifício Plasco é o mais antigo arranha-céus de Teerão e foi construído no início dos anos 1960 por Habib Elghanian, um comerciante judeu de origem iraniana, sendo na altura o edifício mais alto da cidade.

Atualmente, na maior parte do edifício estavam instalados um centro comercial e várias lojas de roupa.