Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Avião que caiu no Brasil esta tarde tinha relator do Lava Jato na lista de passageiros

Avião privado despenhou-se na tarde desta quinta-feira. Segundo o Supremo Tribunal Federal, entre os quatro nomes da lista de passageiros estava o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato. Não há confirmação de que tivesse embarcado

Um avião caiu esta quinta-feira em Paraty, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Na lista de passageiros, confirmou o Supremo Tribunal Federal à imprensa brasileira, está o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato. Não há ainda qualquer confirmação de estivesse a bordo da aeronave.

Segundo o jornal “Folha de São Paulo”, na lista de passageiros estavam quatro pessoas. Até agora, não há confirmação da existência de vítimas mortais.

O avião saiu de São Paulo às 13h (15h em Lisboa) e tinha como destino a cidade do Rio de Janeiro, quando durante a tarde caiu no mar em Paraty. Agora, informa o “Estadão”, decorrem as operações de resgate de pelo menos três pessoas que estariam a bordo.

Citada pelo “Estadão”, a Agência Nacional de Aviação Civil, o avião de pequenas dimensões com capacidade máxima para sete pessoas é um C90GT e está registado em nome da empresa Emiliano Empreendi-mentos e Participações Hoteleiras e Sociedade Ltda.

Teori Zavascki, 68 anos, é relator da Lava Jato. Esperava-se que em fevereiro decidisse a validade das chamadas ‘delações premiadas’, em que o réu aceita colaborar na investigação a troco da diminuição, suspensão ou perdão da pena. Zavascki estava responsável por os casos de centenas de políticos, incluindo membros dos governos do atual Presidente, Michel Temer e da anterior chefe de Estado, Dilma Rousseff.