Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Avalanche soterra hotel na região centro de Itália

ITALIAN MOUNTAIN RESCUE HANDOUT / EPA

Equipas de resgate passaram a madrugada desta quinta-feira a tentar retirar pessoas dos escombros na sequência dos sismos que atingiram o centro montanhoso de Itália na quarta-feira. Autoridades locais falam em “vários mortos”

Uma fonte das autoridades italianas avançou esta quinta-feira que "várias pessoas", um número para já indeterminado, morreram soterradas num hotel que foi atingido por uma avalanche na sequência de quatro sismos no centro montanhoso de Itália, na região de Abruzzo, na quarta-feira.

Citado pela BBC, Antonio Crocetta, chefe de uma das equipas envolvidas nos trabalhos de resgate e salvamento, diz que há “vários mortos”. Ao longo desta madrugada, as equipas estiveram a tentar desenterrar os hóspedes de um hotel de Pescara, com os media locais a avançarem que pelo menos três das cerca de 20 pessoas que estavam no hotel continuam desaparecidas.

Vários sites de notícias italianos citam o presidente da província, que terá dito nas redes sociais que o hotel atingido pela avalanche foi o Rigopiano e que este terá ficado soterrado na sequência de um dos sismos de cinco graus que ontem voltaram a abalar a região centro de Itália. “Parece haver vítimas, mas isto precisa de ser confirmado”, disse Antonio Di Marco. “Havia 20 hóspedes no hotel” à hora da avalanche, acrescentou o político. A BBC fala em pelo menos 30 pessoas que estariam no hotel quando este ficou soterrado.

De acordo com o MailOnline, 20 bombeiros, duas equipas de resgate, seis ambulâncias e a polícia estão no local desde ontem à noite a tentar desenterrar as vítimas, depois de terem visto o acesso à zona dificultado durante várias horas por uma tempestade de neve.