Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Paris obriga veículos a usarem selo antipoluição

LIONEL BONAVENTURE/AFP/Getty Images

Carros, camiões, motociclos e scooters fazem parte dos veículos abrangidos pela obrigatoriedade do selo antipoluição. Esta medida proíbe ainda alguns veículos de circularem na cidade durante a semana

É a nova medida para combater a poluição na capital francesa. Seis etiquetas coloridas identificam cada veículo segundo o nível de emissões, numa escala de 1 a 5: desde os mais “limpos” com a cor verde (que diz respeito a veículos com “zero emissões”, tanto elétricos como a hidrogénio), aos de cor violeta (1) para veículos a gasolina, até aos cinzentos (5) para veículos a diesel, mais poluentes. A partir desta segunda-feira, para circular em Paris, é obrigatório que o veículo possua um destes selos.

Designados por “Crit’Air”, estes selos indicam ainda a idade do veículo. Certas viaturas, incluindo carros a gasóleo registados antes de 1996, carrinhas registadas antes de 1997, motociclos e scooters anteriores a 2000 e camiões e autocarros antes de 2001 estão interditas de circularem na cidade entre as 8h e as 20h.

Veículos com matrícula estrangeira também são obrigados a exibirem esta etiqueta e os condutores têm até março para a adquirirem. Custa 4,18 euros e pode ser comprada online.

Para quem não cumprir esta nova regra, a multa é de 68 euros para carros e de 138 euros para camiões, segundo o “The Guardian”.

Apesar de estar disponível desde julho, estes selos ainda não são muito utilizados: numa operação policial realizada em Paris durante a semana passada, as autoridades constataram que só um em cada 50 veículos que mandaram parar tinha esta vinheta. No entanto, o Governo francês anunciou que 1.4 milhões de selos foram encomendados através do website oficial.

Esta medida vem no seguimento de vários picos de poluição nos quais a capital francesa atingiu os níveis mais elevados dos últimos dez anos e que obrigou a tomar medidas no sentido de reduzir o trânsito através da circulação alternada e da gratuitidade dos transportes públicos.

Estima-se que aproximadamente 600 mil veículos circulem em Paris por dia. As autoridades francesas dizem que num cenário de poluição elevada, vai ser mais fácil banir veículos menos limpos da cidade, em vez de banir metade dos carros em circulação.

Anne Hidalgo, autarca da cidade, deixou claro que vai continuar a sua campanha para reduzir para metade o número de viaturas na cidade ao complicar a vida para os condutores. Dessa forma, vão ser tomadas medidas no sentido de fechar várias ruas ao trânsito, tornando-as somente pedonais. Está ainda a ser considerada uma proibição dos veículos a diesel.