Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Forças iraquianas retomam universidade de Mossul aos jihadistas

AHMAD AL-RUBAYE

Militares dizem que, com esta reconquista, dentro de 10 dias terão conseguido resgatar toda a parte oriental de Mossul

As forças iraquianas retomaram este sábado a universidade de Mossul ao grupo extremista Estado Islâmico (EI),durante o processo de reconquista da totalidade da zona oeste daquela que é a segunda cidade mais importante cidade do país.

“Podemos dizer que a universidade foi libertada”, disse à agência France Presse Maan al-Saadi, um dos comandantes das unidades do Serviço de Contra Terrorismo (CTS) que liderou a ofensiva das forças iraquianas contra os 'jihadistas'.

O vasto campo universitário, um dos maiores do Iraque, situa-se no norte de Mossul, na margem oriental do rio Tigre que divide a cidade em duas.

Com esta reconquista, o general Taleb Cheghati al-Kenani, comandante da CTS, diz que a retomada total da zona oriental de Mossul se fará agora dentro de 10 dias.

“Cumprimos o mais difícil (…) podemos dizer que toda a parte oriental de Mossul será nossa dentro de 10 dias”, assegurou numa declaração proferida a partir da universidade à cadeia de televisão estatal al-Iraqiya.

Aquele militar acrescentou que desde 17 de outubro do ano passado as forças iraquianas já recuperaram 85% da zona oriental da cidade, na sequência de uma vasta ofensiva contra os 'jihadistas', que ocupavam aquela zona desde 2014.

Dezenas de milhares de efetivos das forças iraquianas, apoiados pela coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, participam na operação.