Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bruxelas: Ministros da União Europeia vão discutir reconstrução da Síria

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia abordarão na segunda-feira, no Conselho de Bruxelas, as expectativas de uma transição política na Síria e a reconstrução do país, além do processo de paz no Médio Oriente.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia (UE) vão discutir esta segunda-feira as expectativas de uma transição política na Síria, e a reconstrução do país, além do processo de paz no Médio Oriente.

A tomada de posse de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos e o ciberataque que supostamente realizado pela Rússia com o objetivo de interferir nas eleições norte-americanas não constam da agenda da reunião do conselho que se realiza amanhã em Bruxelas. No entanto, "poderão ser evocados pelos ministros", indicam fontes diplomáticas.

Resolução da ONU na agenda de trabalhos

Os ministros debaterão a situação na Síria com base na resolução do Conselho de Segurança da ONU de 31 de dezembro, que inclui os esforços de Moscovo e da Turquia em colocar um fim na violência e a abertura de um processo de transição política na Síria numa reunião em Astana, no Cazaquistão, no próximo dia 23 de janeiro.

Segundo a UE, é um "importante passo" antes da reunião das conversações de paz em Genebra, prevista para 8 de fevereiro.
Entretanto, na madrugada de hoje, no setor de Wadi Barada, perto da capital síria, aconteceram violentos combates entre as forças governamentais e os rebeldes, depois do assassínio de um negociador, referiu hoje o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Durante a reunião dos ministros da UE, será também analisado o processo de paz no Médio Oriente, depois da aprovação em dezembro do Conselho de Segurança da ONU – com a abstenção dos Estados Unidos - da resolução 2334, que pede o fim "imediato" e "completo" dos colonatos israelitas nos territórios palestinianos.