Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Detidos em Ceuta dois suspeitos de ligação ao Daesh

Imagem da operação que levou à detenção dos dois suspeitos, divulgada pelo Ministério espanhol do Interior

Os dois detidos terão passado por um longo processo de radicalização, informa o Ministério do Interior

A Guarda Civil espanhola deteve esta sexta-feira em Ceuta duas pessoas que terão passado por um longo processo de radicalização, estando agora integradas num grupo com um elevado grau de determinação para desenvolver atividades terroristas.

Os agentes procederam esta manhã ao registo de seis domicílios e locais ocupados pelos detidos, onde esperam encontrar novas provas que ajudem a esclarecer as possíveis ligações entre os detidos, tanto em Espanha como noutros países, segundo o Ministério do Interior. A polícia procura também armas.

As detenções aconteceram na sequência de alegados crimes de terrorismo, considerando-se que os detidos subscrevem plenamente à estratégia do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh).

A investigação, sobre o ambiente extremista de Ceuta, levou à descoberta de um grupo de pessoas que estariam numa fase avançada de radicalização.

Desde 2015, ano em que o Ministério do Interior elevou para 4 o nível de alerta antiterrorista, as Forças e Corpos de Segurança espanholas detiveram 180 extremistas.