Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Rússia quer proibir a venda de cigarros a todos os nascidos após 2014

JUNI KRISWANTO/GETTY

Aos que temem que a medida leve ao aparecimento de um mercado negro, o Governo responde com o número de mortes provocadas todos os anos por doenças relacionadas com o tabagismo

O Ministério da Saúde russo quer proibir a venda de tabaco a pessoas nascidas depois de 2014, mesmo depois de fazerem 18 anos - a idade legal no país para fumar.

A proposta, que na prática significa que a proibição não entraria em vigor até 2033, é uma das medidas pensadas pelo Governo com vista à redução do tabagismo na Rússia. Já em vigor, desde 2013, está a proibição de fumar em restaurantes.

Apesar de alguns especialistas alertarem para o facto de uma proibição tão drástica poder estimular o aparecimento de um mercado negro para a venda ilegal de cigarros, o Ministério da Saúde contra-argumenta com o número de cidadãos russos que morrem anualmente de doenças relacionadas com o tabagismo: entre 300.000 a 400.000.