Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia desmantela grupo que transportava ilegalmente migrantes entre França e Portugal

Forças de segurança acreditam que só entre janeiro e junho de 2016 foram feitas 26 viagens entre os dois países

Uma pequena empresa familiar suspeita de ter feito transitar cerca de 500 migrantes, principalmente de França para Portugal, foi desmantelada pela polícia francesa, anunciaram esta terça-feira as forças de segurança.

No fim de semana passado, quatro pessoas foram detidas na região parisiense por "ajudar a entrada, a circulação e a permanência irregular de um estrangeiro em França".

A polícia tinha informações, obtidas em maio de 2016, que mais de 20 pessoas de origem indiana ou paquistanesa em situação irregular foram levadas a bordo de uma camioneta, conduzida por uma francesa de origem portuguesa, de La Courneuve (Seine-Saint-Denis, nos arredores de Paris) para Portugal.

A investigação revelou a "existência de uma estrutura familiar que fazia transitar" migrantes de França para outros países do espaço Schengen, essencialmente Espanha e sobretudo Portugal.

A organizadora desta estrutura tinha como ajudantes o seu companheiro e o filho daquele para fazer as viagens. Os três foram indiciados e presos, de acordo com a polícia.

As forças de segurança, segundo as informações obtidas, acreditam que só entre janeiro e junho de 2016 foram feitas 26 viagens entre França e Portugal. No ano passado, estimam que teriam sido aproximadamente 60 viagens no total, com 530 migrantes, para ganhar cerca de 132 mil euros.