Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia francesa detém 17 suspeitos no roubo de joias de Kim Kardashian

Eduardo Munoz / Reuters

Avaliado em nove milhões de euros, este foi o maior roubo de joias cometido em França nos últimos 20 anos

A polícia francesa deteve esta segunda-feira 17 pessoas suspeitas de estarem implicadas no roubo da vedeta norte-americana Kim Kardashian West em Paris, no passado mês de outubro, numa operação na região parisiense e no sul de França.

Na madrugada do dia 3 de outubro, a vedeta, de 36 anos, foi atacada por cinco homens armados, numa residência hoteleira de luxo no centro de Paris, onde se encontrava para assistir à semana da moda da capital francesa. Depois de terem amarrado Kim Kardashian, que fecharam na casa de banho, os assaltantes fugiram com um anel no valor de quatro milhões de euros e um cofre de joias, cujo montante foi avaliado em cinco milhões.

A polícia encontrou vestígios de ADN no local, o que permitiu continuar a investigação, disse uma fonte policial. “Uma dessas provas 'coincidiu' com um indivíduo já conhecido da polícia em outros casos de assaltos e de delito comum, considerado como um bandido de grande envergadura”, disse a mesma fonte à agência noticiosa France Presse (AFP).

Os investigadores da Brigada de Repressão do Banditismo (BRB) de Paris reconstituíram, através de operações de vigilância, a rede (ladrões, intermediários, recetadores) com ramificações em território da Bélgica, acrescentou. Vários suspeitos são considerados pela polícia criminosos experientes. Os agentes encontraram, em diferentes buscas, dinheiro e documentos. A prisão preventiva poderá prolongar-se até 96 horas, no âmbito do inquérito por “roubo com arma por bando organizado”, “associação criminosa” e “sequestro”.

Habitualmente presente nas redes sociais, com 49,4 milhões de seguidores no Twitter e 89,9 milhões no Instagram, a vedeta manteve-se em silêncio sobre o caso durante muito tempo. Na semana passada, Kim surge num anúncio da próxima temporada da série de entretenimento "A incrível família Kardashian", no qual conta a agressão aos familiares.

Em 2015, a revista norte-americana Time colocou Kim Kardashian e o marido, o 'rapper'-produtor Kanye West, numa lista das 100 personalidades mais influentes no mundo. Nos últimos três anos, Kim Kardashian ganhou sozinha 131 milhões de dólares, de acordo com o 'site' da revista norte-americana Forbes.