Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Piloto da Sunwing Airlines alcoolizado foi encontrado desmaiado no cockpit

“Antes de ser encontrado inconsciente, o piloto estava a ter um comportamento estranho. Os testes conduzidos pela polícia indicaram que estava severamente afetado pelo álcool”, explicou o porta-voz da polícia, Paul Stacey

Na véspera de ano novo, o piloto Miroslav Gronych foi encontrado desmaiado no cockpit do avião Boeing 737, pouco tempo antes de o avião descolar do Canadá. Por suspeitar que se encontrava alcoolizado, a polícia deteve o piloto.

Testes ao álcool realizados duas horas depois indicaram que tinha o nível de álcool no sangue três vezes superior ao limite legal de 0,08% no Canadá, referiu o porta-voz da polícia Paul Stacey, citado pela CNN.

“Tinha todo o potencial para ser um desastre, no entanto, é pouco provável que um piloto bêbado consiga descolar um avião de uma grande companhia aérea devido à quantidade de testes que são feitos”, garantiu o polícia, que acrescentou ainda que “tem tudo a ver com a segurança”.

De acordo com o polícia, os funcionários dos portões de embarque repararam que o piloto eslovaco de 37 anos estava a agir de forma estranha e disseram ao co-piloto, que foi encontrar o piloto desmaiado no cockpit.

A Sunwing Airlines já pediu desculpas pelo comportamento do seu piloto e aplaudiu o resto da tripulação pela maneira como lidou com o sucedido, que descreveu como “muito infeliz”.

O avião estava previsto descolar com destino a Cancun, no México, com 99 passageiros e seis membros da tripulação a bordo. Saiu pouco tempo depois do horário inicialmente estipulado, com um piloto diferente.

Stacey referiu ainda que a “Transport Canada”, entidade estatal responsável pelas políticas de transporte, vai investigar o caso e que mais acusações podem ser aplicadas ao piloto. O porta-voz garantiu também que Gronych “não vai voltar a voar nos próximos tempos”.