Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Lutaremos até ao fim contra os ataques armados”

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan

getty

O Presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, voltou a comentar os ataques da noite de Ano Novo a uma discoteca em Istambul e garante que o país nunca se rebaixará a jogos sujos como este

Ana Baptista

Ana Baptista

Jornalista

Na madrugada de ontem, o Presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, tinha expressado uma "profunda tristeza" perante o ataque à discoteca Reina que matou, para já, 39 pessoas e fez 69 feridos. Mas esta manhã, o Chefe de Estado fez uma nova declaração, mais assertiva e focada no combate ao terrorismo.

“Como Nação, lutaremos até ao fim contra os ataques armados de grupos terroristas e das forças por detrás deles, mas também contra os seus ataques económicos, políticos e sociais”, disse numa declaração escrita que está a ser citada por várias agência de notícias internacionais.

“Eles estão a tentar criar o caos, desmoralizar o nosso povo e estabilizar o nosso país com ataques abomináveis contra civis… mantermos a cabeça fria como Nação, estando mais juntos, e nunca nos rebaixaremos a jogos tão sujos”, acrescentou.

A Turquia foi, em 2016, um dos países que mais sofreu atentados terroristas. No total, segundo as contas do New York Times, foram 15 ataques que mataram mais de 411 pessoas.