Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cheias matam no Congo

Cerca de 50 pessoas já morreram e milhares ficaram sem casa devido às chuvas torrenciais que se abateram sobre o país

As chuvas torrenciais, no sudoeste da República Democrática do Congo, fizeram o rio Kalamu alagar a cidade Boma na passada terça-feira, anunciou esta quinta-feira a BBC.

O nível da água subiu dois metros acima do habitual. Os corpos de algumas das vítimas foram encontrados em Angola.

Em entrevista à agência France Press, o governador da província Kongo Central, Jacques Mbadu, disse que “este é um fenómeno cíclico que acontece de dez em dez anos. Aconteceu em janeiro de 2015, mas com a mudança climática repetiu-se agora em dezembro de 2016”.

As alterações climáticas em África fazem prever mais inundações, secas e tempestades.