Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Putin pede formação de comissão para determinar causas da queda do avião

STR/GETTY IMAGES

Avião militar ia para a Síria e transportava 92 pessoas, na sua maioria músicos dos coros do Exército Vermelho que iam celebrar a passagem de ano com os soldados russos destacados no país

O Presidente russo, Vladimir Putin, ordenou este domingo a formação de uma comissão de inquérito dirigida pelo primeiro-ministro, Dmitri Medvedev, para determinar as causas da queda de um avião militar que ia para a Síria e transportava 92 pessoas.

Putin pediu a Medvedev para “formar e dirigir uma comissão governamental encarregada de investigar as causas do Tu-154 em Sotchi” (sul), indicou o Kremlin num comunicado, precisando que o chefe de Estado tinha expressado “as suas condolências mais profundas” aos familiares das 92 vítimas, em grande parte músicos dos coros do Exército Vermelho que iam celebrar a passagem de ano com os soldados russos destacados na Síria.

Entretanto, uma fonte oficial russa afirmou que o avião militar que caiu no Mar Negro tinha caído devido a um problema técnico ou a um erro da tripulação e descartou que tivesse sido por um ataque terrorista.

  • Avião militar russo cai com 92 pessoas a bordo

    O aparelho transportava militares e membros do Alexandrov Ensemble, o grupo musical oficial do exército, que se deslocavam à Síria para participar nas celebrações de Ano Novo com os soldados russos. No total, seguiam 92 pessoas a bordo. O ministro da Defesa russo informou que não há sobreviventes. Por enquanto, está afastada a hipótese de atentado terrorista