Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Federica Mogherini quer europeus e árabes unidos contra o terrorismo

GETTY

No Cairo, a chefe da diplomacia europeia condenou os atentados do Egito, Jordânia, Alemanha e Turquia e apelou à “cooperação entre a Europa e o mundo árabe para combater o terrorismo”

A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, disse esta terça-feira na capital do Egito que a Europa e o mundo árabe devem juntar-se para combater o terrorismo nos dois lados do Mediterrâneo.

Durante uma reunião entre os ministros dos Negócios Estrangeiros da Liga Árabe e da União Europeia, que se realizou esta terça-feira na sede deste organismo panárabe no Cairo, a alta representante europeia para a Política Exterior condenou os atos terroristas do Egito, Jordânia, Alemanha e Turquia.

No discurso, Mogherini instou à "cooperação entre ambas as regiões para combater o terrorismo" e reiterou a importância de todos se manterem unidos perante "as crises a que fazemos frente na nossa região".

No final da sua intervenção, a diplomata considerou que "vivemos um momento onde a política muda, a administração muda, mas a história e a geografia não mudam".