Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

França reforça segurança nos mercados de Natal, após incidente em Berlim

CHRISTIAN MANG/ Reuters

O Presidente francês, François Hollande, referiu que os “franceses [partilham] do luto dos alemães”

A segurança dos mercados de Natal foi "imediatamente reforçada" em França, depois do "atentado" cometido esta segunda-feira à noite em Berlim, anunciou o ministro do Interior, Bruno Le Roux.

"A segurança dos mercados de Natal foi imediatamente reforçada", referiu, em comunicado, após o "atentado" cometido num mercado de Natal em Berlim.

O Presidente francês, François Hollande, disse que os "franceses [partilham] do luto dos alemães".

"Os franceses partilham o luto dos alemães face a esta tragédia que atinge toda a Europa", disse o chefe de Estado francês, expressando solidariedade com a chanceler alemã, Angela Merkel.

Um camião entrou esta segunda-feira numa zona pedonal em Berlim, onde se realizava um mercado de Natal, provocando a morte a nove pessoas e 50 feridos.A polícia investiga a pista de ataque terrorista, mas não confirmou oficialmente se o incidente foi premeditado.

Em novembro, o Departamento de Estado norte-americano tinha alertado os viajantes para a possibilidade de ataques terroristas na Europa. O alerta pedia para que se tomasse cuidado em festivais, eventos e nos mercados de Natal ao ar.