Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Camião abalroa mercado de Natal em Berlim. Doze mortos e 48 feridos

PAWEL KOPCZYNSKI/ Reuters

Um camião abalroou esta segunda-feira à noite um mercado de Natal em Berlim. A polícia confirmou 12 mortos e 48 feridos transportados para os hospitais da cidade. Estão concluídas as operações de socorro mas as investigações prosseguem

Doze pessoas morreram atropeladas por um camião que abalrou, na noite desta segunda-feira, um mercado de Natal em Berlim, informou a polícia da capital alemã. Segundo a mesma fonte, foram ainda levados para os hospitais 48 feridos.

Ainda de acordo com a polícia, já foi detido um homem suspeito de estar envolvido neste incidente mas as autoridades dizem que não estão em condições de garantir que se trata do motorista do camião. Um outro homem que seguia na cabine morreu. A polícia está a tratar o caso como um "presumível atentado terrorista".

Segundo a empresa proprietária do veículo, uma transportadora polaca, este camião provinha de Itália e seguia para a Polónia via Berlim. O dono da empresa referiu ainda que desde as 16 horas locais (15h em Lisboa) que não consegue falar com o motorista, seu primo. Entretanto, a polícia informou que o veículo transportava barras de aço.

As autoridades suspeitam que o camião tenha sido roubado de uma obra na Polónia. Esta hipóstese está ainda a ser investigada, refere a polícia de Berlim.

O incidente ocorreu às 20h15 locais (19h15 em Lisboa) na praça Breitscheidplatz, quando este veículo pesado saiu da estrada e entrou na zona pedonal do mercado de Natal.

A polícia já apelou via Twitter para que os berlinenses permaneçam em casa mantendo assim desimpedidos os acessos ao local do incidente. Solicitaram ainda que não propaguem rumores nem difundam vídeos do local do embate para “proteger a privacidade” das vítimas.

Depois de ter informado, igualmente via Twitter, que não havia indícios de “outras situações perigosas”, a polícia alemã informou pelas 23h15 (menos uma hora em Lisboa) que tinha cortado ao trânsito na Rankestrsse, uma rua nas proximidades da Breitscheidplatz, dando conta de que estaria a investigar um “objeto suspeito” que, afinal, era apenas um saco-cama.

Cerca das 00h30 locais, quatro horas depois do incidente, as operações de socorro foram dadas por concluídas. No entanto, a Breitscheidplatz continuará sob controlo policial enquanto decorrerem as investigações ao incidente.