Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

21 pessoas morreram na Sibéria por beberem loção de banho à base de álcool

Devido à recessão em que se encontra a economia russa desde 2014, as pessoas com menos rendimentos consomem preparados que incluem álcool, como colónias e loções

Vinte e uma pessoas morreram na Sibéria por alegadamente terem ingerido uma loção para depois do banho à base de álcool, informaram esta segunda-feira os serviços de emergência locais.

“Segundo os últimos dados, foram hospitalizadas 37 pessoas com sintomas de intoxicação, das quais 21 morreram e 16 encontram-se em estado grave”, disse um porta-voz dos serviços de emergência à agência Interfax.

No domingo, o Ministério da Saúde russo informou que oito pessoas tinham morrido em Irkutsk depois de beberem, segundo dados preliminares, uma loção à base de álcool e flores como se fosse um licor, cujas amostras estão agora a ser analisadas pela polícia.

Segundo a imprensa local, devido à recessão em que se encontra a economia russa desde 2014, as pessoas com menos rendimentos consomem preparados que incluem álcool, como colónias e loções.

Isto aumenta o número de intoxicações mortais, especialmente nas épocas festivas como o Natal, quando dispara o consumo de álcool.