Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Rapaz de 12 anos detido na Alemanha pela tentativa de pelo menos dois atentados

Alemão, com ascendência iraquiana, o rapaz foi transferido para um centro de menores e as autoridades abriram uma investigação para perceber como se radicalizou. No verão terá tentado viajar para a Síria, para se juntar ao Estado Islâmico

Um rapaz de 12 anos, alemão, com ascendência iraquiana foi detido, depois de ter tentado fazer explodir uma bomba caseira num mercado de Natal em Ludwigshafe, a cidade onde nasceu e – ao que tudo indica – se radicalizou, a ponto de ter já tentado viajar para a Síria, para se juntar ao autoproclamado estado Islâmico.

A sua idade determinou que fosse entretanto transferido para um centro de menores. O rapaz foi colocado à disposição dos serviços sociais, com a autorização dos pais, adiantou a Procuradoria alemã, que confirmou a abertura de uma investigação sobre o caso.

De acordo com a informação disponível, no dia 5 foi encontrada uma mochila abandonada perto da câmara municipal da cidade, contendo uma bomba de pregos, um tipo de artefacto de fácil fabrico caseiro e habitualmente usado pelos elementos do Daesh.

No intervalo de cerca de uma semana, foi a segunda bomba do género encontrada pela polícia, que foi forçada a interditar a zona, ainda que os especialistas tenham concluído que a bomba não tinha capacidade para explodir. A primeira, deixada também numa mochila, foi encontrada perto do sítio onde se realiza o mercado de natal. Só alguns erros no seu fabrico impediram que detonasse, explica o “El Mundo”.

Só a investigação permitirá perceber como se radicalizou o rapaz. As autoridades acreditam que tenha caído nas redes dos grupos jiadistas através da internet, método comum de recrutamento pelo autoproclamado estado Islâmico.