Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Grupo de intervenção chamado a controlar motim em prisão no Reino Unido

Christopher Furlong/Getty Images

A confusão terá começado quando as chaves da prisão foram roubadas a um guarda, alastrando a quatro alas do estabelecimento prisional de Birmingham, que alberga atualmente 1450 detidos

Um motim desencadeado na manhã desta sexta-feira no estabelecimento prisional de Birmingham, no Reino Unido, estendeu-se a quatro alas da prisão, tendo sido enviados para o local um número indeterminado de agentes de segurança, alguns com cães, além de um grupo de intervenção especializado.

Segundo a BBC, o conflito começou quando as chaves da prisão foram roubadas a um guarda que foi ‘controlado’ por prisioneiros.

Inicialmente o motim parecia confinado a duas alas, mas acabou por se alstrar a outras duas. Ao todo, a cadeia tem no seu interior 1.450 reclusos.

Ainda que muita da informação a circular não possa ser confirmada oficialmente, algumas notícias dizem que estarão envolvidos 400 dos presos, com os guarda-prisionais a tentarem fechar nas celas o maior número possível de detidos.

Jornalistas no local, relatam a presença de pelo menos quatro ambulâncias no exterior do edifício, para onde foi também enviado um helicóptero.