Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Lula lidera nas intenções de voto para 1ª volta das presidenciais no Brasil

EVARISTO SÁ / AFP / Getty Images

A ex-senadora Marina Silva, do partido Rede Sustentabilidade, que tem estado pouco presente no debate político, é a que aparece mais vezes na liderança nos vários cenários estudados para a segunda volta das presidenciais de 2018, seguida do ex-Presidente

O ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, arguido em três processos, lidera nas intenções de voto para a primeira volta das presidenciais brasileiras de 2018, segundo uma sondagem do instituto Datafolha divulgada esta segunda-feira.

A sondagem de opinião, divulgada pelo jornal "Folha de São Paulo", mostra, de acordo com os vários cenários simulados na pesquisa, que o ex-chefe de Estado cresceu nas intenções de voto em comparação com o levantamento anterior do Datafolha, realizado em julho. Ainda assim, num dos cenários, o líder histórico do Partido dos Trabalhadores (PT) perderia na segunda volta para Marina Silva, do partido Rede Sustentabilidade, por uma diferença de nove pontos.

A ex-senadora, que tem estado pouco presente no debate político, é a que aparece mais vezes na liderança nos vários cenários estudados para a segunda volta, seguida do ex-Presidente.

Segundo o diário brasileiro, em junho Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS, disse que representantes de Marina Silva lhe pediram dinheiro para 'caixa dois' (saco azul) da campanha presidencial em 2010.

Segundo as intenções de voto para a segunda volta, Lula da Silva teria uma vantagem mínima em disputas contra José Serra, ministro das Relações Exteriores, Aécio Neves, grande derrotado das presidenciais de 2014, e Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, todos do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Numa outra simulação para a primeira volta, foi ainda incluído o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, que investiga o maior esquema de corrupção da história brasileira, empatando no 2.º lugar com Marina Silva, com 11%.

O líder do movimento de extrema-direita brasileiro Jair Bolsonaro aparece entre a 4ª e a 5ª posição, em vários cenários para a primeira volta.

A pesquisa, realizada a 7 e 8 de dezembro com 2828 pessoas com 16 anos ou mais, tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A sondagem mostra ainda que o Presidente Michel Temer, que já disse que não quer candidatar-se em 2018, lidera o ranking de rejeição para a primeira volta: a percentagem de entrevistados que não votaria no chefe de Estado em nenhum cenário subiu de 29% em julho para 45% na atualidade. Lula é o segundo mais rejeitado, com 44%, seguido de Aécio Neves, com 30%.