Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Absolvidas duas jovens marroquinas que se beijaram

Em Marrocos, a homossexualidade é punida com penas que podem ir até aos três anos de prisão

Foram absolvidas as duas jovens que foram detidas em Marraquexe por se beijarem. As adolescentes, de 16 e 17 anos, foram denunciadas por um parente de uma delas, a 27 de outubro, e ficaram presas durante seis dias. A justiça marroquina deliberou esta sexta-feira que ambas sejam entregues aos seus pais, sem nenhuma acusação.

Após terem sido libertadas a 3 de novembro, nenhuma das raparigas esteve presente durante a leitura da sentença, que determina que sejam os pais a suportar as despesas judiciais.

O caso provocou grande polémica, tendo sido acompanhado com interesse por várias organizações não governamentais, tanto marroquinas como internacionais.

Para o responsável pela Asociação Marroquina dos Direitos Humanos, Omar Arbib, citado pelo “El País”, “esta sentença só foi possível graças à pressão da imprensa internacional e da sociedade civil”.

Em Marrocos, como em todo o Magreb, a homossexualidade é punida com penas de prisão entre seis meses e três anos, além de multas que variam entre 20 e 100 euros.