Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump pede à Boeing para cancelar o novo Air Force One. “O avião está fora de controlo”

Carsten Koall/GETTY

Presidente eleito diz que os custos da produção estão fora de controle: “Queremos que a Boeing faça muito dinheiro mas também não tanto dinheiro assim”

Como já vem sendo seu hábito, o Presidente eleito Donald Trump voltou a deixar um recado no Twitter sobre mais uma medida que pretende levar a cabo após assumir funções a 20 de janeiro, neste caso cancelar a aquisição do novo Boeing 747 Air Force One, aquele que seria o substituto do atual avião presidencial.

“A Boeing está a construir um 747 Air Force One novinho em folha para os futuros presidentes, mas os custos estão fora de controlo, mais de 4 mil milhões de dólares (3 760 milhões de euros). Cancelem a encomenda!”

À saída da Trump Tower, o Presidente eleito voltaria ao assunto, afirmando aos jornalistas: “O avião está fora de controlo. Eu acho ridículo. Eu penso que a Boeing está a exceder-se nos números. Nós queremos que a Boeing faça muito dinheiro mas também não tanto dinheiro assim”.

O orçamento para o programa de substituição do Air Force One conta com uma verba de 2,7 mil milhões de euros para os anos fiscais de 2015 até 2021. A produção dos aviões ainda não foi adjudicada à construtora norte-americana, que se encontra atualmente ainda apenas na fase de conceção do aparelho.

“Nós aguardamos com expectativa vir a trabalhar com a força aérea dos Estados Unidos nas fases subsequentes do programa que nos permitirão entregar os melhores aviões para o Presidente ao melhor valor para o contribuinte americano”, acrescenta a empresa.