Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

França: Manuel Valls é candidato à presidência

CHRISTIAN HARTMANN/REUTERS

O atual primeiro-ministro francês vai renunciar ao cargo terça-feira

O atual primeiro-ministro francês, Manuel Valls, formalizou esta segunda-feira a can-didatura à presidência francesa pelo Partido Socialista. O anúncio foi feito em Evry, perto de Paris, e segue-se quatro dias depois de François Hollande ter revelado que não se vai recandidatar a um segundo mandato. Valls revelou ainda que vai deixar o cargo de primeiro-ministro na terça-feira.

“Sim, sou candidato à presidência da República. Tenho o desejo de servir o meu país, quero dar tudo à França, que já me deu tanto”, afirmou Valls, citado pelo jornal fran-cês “Le Monde”. O novo candidato tem como objetivo ocupar o lugar deixado vago por Hollande como candidato da esquerda.

“Quero, em plena liberdade, oferecer aos franceses uma mudança com a minha can-didatura, para dar mais cinco anos à esquerda”, acrescentou ainda chefe do Executivo francês. Sublinhou que a sua candidatura é de “reconciliação” e que quer juntar a es-querda francesa, defendendo a “independência” do seu país e a “inflexibilidade sobre os seus valores, perante a China de Xi Jinping, a Rússia de Vladimir Putin, a os estados Unidos da América de Donald Trump e a Turquia de Erdogan”.Valls apelou também ao voto de todos os franceses que “recusam a extrema-direita e a recessão social”.

Com a candidatura de Manuel Valls, há agora oito candidatos às primárias da esquer-da. Para além do primeiro-ministro, são também candidatos os socialistas Arnaud Montebourg, Benoît Hamon, Marie-Noëlle Lienemann e Gérard Filoche, os ecologistas François de Rugy e Jean-Luc Bennahmias, e o cofundador do partido Novo Acordo, Pi-erre Larrouturou. As eleições primárias da esquerda estão previstas para 22 e 29 de janeiro. A primeira volta das eleições francesas ocorrerá a 23 de abril de 2017.

Segundo a agência Lusa, apesar de Manuel Valls deve ser o candidato preferido, à esquerda, o ainda primeiro-ministro francês aparece em terceiro lugar, depois da candidata de extrema-direita Marine Le Pen e do candidato de direita François Fillon.

De acordo com o “Le Monde”, há vários nomes mencionados para ocupar o lugar de Valls no Governo francês (Bernard Cazeneuve, Stéphane Le Foll, Najat Vallaud-Belkacem, Marisol Touraine), mas nada está ainda decidido.