Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Restos mortais de Fidel depositados em cemitério de Santiago de Cuba

IVAN ALVARADO

Os restos mortais do líder da revolução e ex-Presidente cubano Fidel Castro já foram deixados no cemitério de Santa Ifigenia de Santiago de Cuba, onde foram depositados durante um ato privado sem acesso à imprensa.

Os restos mortais do líder da revolução e ex-Presidente cubano Fidel Castro já foram deixados no cemitério de Santa Ifigenia de Santiago de Cuba, onde foram depositados durante um ato privado sem acesso à imprensa.

A urna em que seguiam as cinzas de Fidel Castro saiu já vazia do cemitério, cuja entrada permanece bloqueada, numa altura em que centenas de pessoas aguardam à porta para entrarem, segundo reporta a agência Efe.

O cortejo fúnebre com os restos mortais do antigo Presidente de Cuba, que morreu aos 90 anos de idade a 25 de novembro, chegou no sábado a Santiago, depois de nos últimos quatro dias percorrer os quase mil quilómetros que separam a capital, Havana, da cidade natal de Fidel Castro.

  • Os hábitos de Fidel

    A história de Fidel Castro através da forma como ao longo do tempo se foi vestindo. Até para um revolucionário, o hábito fez o monge. O funeral do líder cubano é este domingo, ao meio-dia, hora de Portugal

  • “O pai que gostaríamos que nunca tivesse partido”

    O cortejo fúnebre chegou finalmente ao seu último destino. Na Praça da Revolução, em Santiago de Cuba, são sobretudo os jovens que já esperam pela realização da última cerimónia, antes das cinzas do líder cubano irem a enterrar amanhã. Entre os enlutados “fidelistas”, o Expresso recolheu o testemunho de uma senhora que garantiu ter conhecido Fidel nos tempos da guerrilha em Sierra Maestra