Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Valdis Dombrovskis: Nova equipa de gestão da CGD deve seguir o plano acordado com Bruxelas

Valdis Dombrovskis, vice-presidente responsável pelo Euro

Getty

O vice-presidente da Comissão Europeia para a Estabilidade Financeira diz que a luz verde dada à recapitalização da Caixa, em agosto, se mantém. Dombrovskis acrescenta, no entanto, que é importante que a nova equipa de gestão do banco dê continuidade ao plano acordado com Bruxelas

Valdis Dombrovskis diz que a Comissão não faz “comentários sobre personalidades” – no caso António Domingues – mas adianta que “tomou nota do anúncio” da demissão do Presidente do Conselho de Administração e de parte da sua equipa. Bruxelas espera agora por “notícias sobre possíveis novas nomeações“ para a equipa de administração da CGD.

“No que diz respeito ao conteúdo do acordo de princípio, ele continua a valer”, disse ainda o vice-presidente da Comissão, referindo-se à luz verde que Bruxelas deu no final de agosto às autoridades portuguesas, permitindo que a recapitalização CGD avançasse e fosse feita em “condições de mercado”.

“A Comissão vai continuar a trabalhar nesta base que inclui uma análise aprofundada da racionalização do banco, um retorno adequado à rentabilidade”, explica Dombrovskis, sublinhado a importância de a próxima equipa de administração fazer o mesmo.

“Claro que é importante que as autoridades portuguesas e a nova equipa de gestão da Caixa Geral de Depósitos deem seguimento ao plano”, conclui.

No seguimento da demissão de António Domingues, o Ministério das Finanças disse em comunicado que a personalidade escolhida para ocupar o cargo de Presidente do CA da CGD iria dar “continuidade aos planos de negócios e de recapitalização já aprovados”. As declarações de Bruxelas vão agora no mesmo sentido, independentemente de quem venha a ser escolhido.