Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Força Aérea israelita bombardeia posições do Daesh na Síria

Ataque aéreo levado a cabo na madrugada desta segunda-feira teve como principal objetivo destruir um antigo edifício da ONU usado agora por alegados combatentes de autoproclamado Estado Islâmico para atacar militares israelitas que estavam a patrulhar a fronteira com Síria

A Força Aérea de Israel bombardeou, na madrugada desta segunda-feira, um edifício usado em tempos pelas Nações Unidas e a partir do qual o autoproclamado Estado Islâmico (Daesh) terá atacado militares israelitas.

Segundo as Forças Armadas de Israel, os homens do Daesh terão aberto fogo, no domingo de manhã, sobre uma patrulha em território israelita, junto à fronteira com a Síria. A esta rara tentativa de emboscada respondeu Israel, de imediato, com um raide aéreo durante do qual matou quatro combatentes islâmicos num veículo onde estava instalada uma metralhadora.

Ainda segundo os militares israelitas, o posterior bombardeamento do edifício teve como principal objetivo “prevenir a sua reutilização por parte dos terroristas”.

“As Forças Armadas continuarão a agir em defesa dos cidadãos de Israel, garantindo a sua liberdade de ação nos territórios onde exerce a sua soberania e não hesitará em responder a ataques de organizações terroristas”, declarou esta segunda-feira um porta-voz dos militares israelitas.