Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Atentado no Iraque mata grupo constituído maioritariamente por peregrinos xiitas

Maioria das vítimas são peregrinos xiitas. Atentado já foi reinvindicado pelo Daesh

Pelo menos 80 pessoas morreram esta quinta-feira na sequência da explosão de um camião armadilhado na cidade de Hilla, situada a cerca de 100 quilómetros a sul de Bagdade.

A maioria das vítimas são peregrinos xiitas que se encontravam junto de um restaurante ao lado de uma bomba de gasolina, onde estavam estacionados cinco autocarros, refere a Reuters.

A autoria do atentado já foi reinvindicada pelo Daesh, sublinhando tratar-se de uma retaliação contra a ofensiva militar para recuperar o controlo de Mossul.

Os peregrinos regressavam ao Irão, depois de se terem deslocado à cidade santa de Kerbala, no Iraque, para assinalar a morte de Hussein, neto do profeta Maomé, que morreu numa batalha no século VII.