Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Nikki Haley nomeada embaixadora norte-americana nas Nações Unidas

KEVIN LAMARQUE / REUTERS

“Será uma grande líder para nos representar na cena mundial.” Foi assim que Donald Trump apresentou Nikki Haley, a primeira mulher escolhida pelo Presidente eleito

É filha de imigrantes indianos, tem 44 anos e atualmente governa o Estado da Carolina do Sul. Esta quarta-feira, Nikki Haley foi escolhida para o cargo de embaixadora norte-americana nas Nações Unidas. O Presidente eleito, Donald Trump, descreve-a como uma “negociadora reconhecida”, considerando, por isso, “uma boa opção para representar os Estados Unidos”.

Num comunicado, Haley declarou-se honrada por ter sido escolhida para “servir o país que ama como embaixadora das Nações Unidas”, numa altura em que o país enfrenta, em seu entender, “desafios enormes”, não só a nível interno como além-fronteiras.

“A governadora Haley deu provas ao aproximar pessoas, independentemente da sua origem ou partido político, para adotarem políticas importantes para o bem do seu Estado e do nosso país”, garantiu Trump num comunicado citado pela Lusa.

Nikki Haley vai suceder a Samantha Power como representante dos Estados Unidos na ONU.

Durante as primárias republicanas, Haley criticou as propostas de Donald Trump, especialmente no que diz respeito à proibição temporária de entrada no país que o candidato prometeu impor aos muçulmanos. Inicialmente, participou na campanha com Marco Rubio e depois com Ted Cruz.

Na semana passada, Haley e Trump tiveram um encontro. A governadora descreveu o Presidente eleito como “um amigo".