Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Professora detida quando tentava vender adolescente para tráfico de órgãos

A vítima seria uma menina de 13 anos que vivia numa escola interna para órfãos e membros de famílias problemáticas no nordeste da Ucrânia

As autoridades ucranianas anunciaram a detenção em flagrante de uma professora que estaria a tentar vender uma adolescente de 13 anos, por cerca de 9400 euros, para tráfico de órgãos.

O caso foi divulgado pelo ministro do Interior Arsen Avakov, que publicou esta terça-feira no Facebook fotografias da professora e da vítima, aluna de uma escola interna para órfãos e membros de famílias problemáticas.

O ministro referiu que o comprador pretendia remover órgãos e pagara anteriormente cerca de 37 euros por fotografias e registos médicos da rapariga.

Os media ucranianos identificaram a professora como Galina Kovalenko, de 52 anos, que há mais de 20 lecionava ucraniano e russo.

A polícia estaria a vigiá-la há quatro meses, tendo acabado por prendê-la quando se preparava para concretizar a venda. “Eles detiveram a mulher quando ela retirou a menina da escola interna, a levou até aos compradores e recebeu o dinheiro”, indicou ainda Avakov.