Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Fotografia revela conteúdo de propostas anti-imigração a discutir com Trump

DON EMMERT/GETTY IMAGES

O Presidente eleito e Kris Kobach, atual secretário de Estado do Kansas, reuniram-se este domingo. À entrada, Kobach foi fotografado com uns documentos na mão. Aproximada a fotografia, podem ler-se os planos para a construção do muro na fronteira com o México e a intenção de relançar o sistema de registo para muçulmanos

Depois de há dias ter afirmado que tem mantido contacto permanente com a equipa de transição de Donald Trump para discutir o desenvolvimento do programa de registo de muçulmanos, Kris Kobach, atual secretário de Estado do Kansas e o republicano apontado como provável escolha para procurador-geral dos EUA, volta a dar que falar.

Desta vez, foi fotografado, este domingo, a entrar para uma reunião com o Presidente eleito. Na mão, transportava uma capa preta e uns documentos fora dela, contendo propostas radicais, quer sobre o reavivar do sistema de registo nacional de registo para muçulmanos, quer sobre a proibição da entrada de refugiados sírios em território norte-americano.

Aproximada a imagem, foi possível perceber que o que Kobach levava na mão corresponde a um plano confidencial anti-imigração, destinado a ser implementado nos primeiros 365 dias de governação Trump.

Segundo a revista “Esquire”, dois dos pontos mencionados referem a atualização e reintrodução do Sistema de Registo de Segurança Nacional de Entrada e Saída (NSEER, na sigla inglesa,) que esteve em vigor durante a administração Bush, entre 2002 e 2005, e a intenção de “reduzir o número de refugiados sírios a zero”.

O texto visível do documento menciona também o plano para a construção de um muro ao longo da fronteira para dividir os Estados Unidos e o México.