Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mais de 100 mortos em descarrilamento de comboio na Índia

RITESH SHUKLA/EPA

O balanço das vítimas é ainda provisório e as autoridades admitem que o número de mortos pode aumentar nas próximas horas

Mais de 100 pessoas morreram e pelo menos 150 ficaram feridas depois de um comboio de passageiros ter descarrilado na madrugada deste domingo no norte da Índia, informou a polícia, atualizando o balanço anterior que apontava para 65 vítimas mortais.

As equipas de resgate procuram por mais passageiros presos dentro das carruagens.

O acidente aconteceu durante a madrugada perto de Purwa, uma localidade próxima da cidade industrial de Kanpur, quando 14 carruagens se desprenderam. As causas do acidente ainda não foram apuradas.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, afirmou, através da rede social Twitter, que as suas preces estão com os feridos no “trágico acidente”, a quem desejou rápida recuperação.

A rede ferroviária indiana é a quarta mais longa do mundo, com 65 mil quilómetros, atrás da dos Estados Unidos, Rússia e China, e conta com 1,3 milhões de funcionários e 12.500 comboios, transportando cerca de 23 milhões de passageiros por ano.

Apesar de 80% da rede ter sido construída pelos britânicos durante a época colonial, grande parte dos fundos do setor são investidos na manutenção do traçado obsoleto.

Segundo um estudo divulgado pelo Ministério das Ferrovias, o investimento em segurança seria fundamental, já que na última década aconteceram 1.522 acidentes em que morreram 2.331 pessoas.

[Notícia atualizada às 11h50]