Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Explosão de camião-cisterna em Moçambique faz pelo menos 70 mortos

O tanque de combustível do camião explodiu quando vários indivíduos tentavam retirar combustível do seu interior. O incidente ocorreu perto de Caphiridzange, na fronteira de Moçambique com o Malawi

A explosão do tanque de combustível de um camião-cisterna em Moçambique, na província de Tete, perto da fronteira com o Malawi, provocou pelo menos 73 mortos e 110 feridos esta quinta-feira, de acordo com dados do Governo, citados pela Reuters. Após o acidente, os feridos foram levados para o hospital. Alguns encontram-se em “estado grave”, escreve a BBC.

O camião transportava combustível desde a cidade portuária da Beira para Malawi quando se deu o acidente. De acordo com a BBC, citando um relatório, o camião caiu e as pessoas começaram a tentar retirar o combustível. Uma declaração do Governo indicava que a explosão ocorreu “quando as pessoas tentavam retirar combustível do camião”. Devido ao calor, o veículo começou a arder, até que acabou por explodir.

João Manasses, ministro da Informação moçambicano, citado pela BBC, anunciou que o caso vai ser investigado. Adiantou ainda que “possa ser possível que o veículo tenha sofrido uma embuscada pela população local”.

Os ministros do Governo vão deslocar-se ao local do acidente nesta sexta-feira para supervisionar o trabalho de resgate e abrir um inquérito para investigar o caso.