Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Britânicos podem ter de pagar €5 para entrar no continente europeu

GETTY

A taxa poderá ser instituída no âmbito da implementação do Sistema Europeu para Informação e Autorização de Viajantes, destinado a cruzar informações e prevenir a entrada de terroristas e criminosos

Os cidadãos britânicos poderão vir a ter de pagar uma taxa de cinco euros para entrarem no espaço Schengen, se se concretizar a proposta apresentada esta quarta-feira pela Comissão Europeia da implementação do Sistema Europeu para Informação e Autorização de Viajantes (SEIAV).

Os cidadãos de fora da União Europeia terão de facultar previamente os seus dados pessoais – nome, morada, detalhes de contacto e número de passaporte – que serão cruzados com diversas bases de dados, nomeadamente as da Interpol e as relativas a redes de terrorismo.

O sistema é semelhante ao existente nos Estados Unidos. O pedido de autorização de entrada, que implicará o pagamento da taxa de custos, terá de ser feito até 72 horas antes da viagem. Mas também pode ser efetuado em poucos minutos através da internet. As autorizações serão válidas por um período de cinco anos.

“O reforço da segurança das nossas fronteiras e a proteção dos nossos cidadãos é a nossa primeira prioridade”, afirmou o vice-presidente da Comissão Europeia Frans Timmermans. “O SEIAV irá fechar o hiato de informações através da verificação cruzada dos pedidos de visto com todos os nossos outros sistemas. O futuro sistema será, ao mesmo tempo, rápido, fácil, barato e eficaz”.

A ideia já havia sido lançada em 2011, mas só foi tornada prioritária após os atentados de Paris e Bruxelas. O objetivo é que esteja em condições de funcionar no ano de 2020. A sua concretização implicará um investimento de 212 milhões de euros e terá um custo anual de 85 milhões, suportados através da taxa.