Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bombardeamentos contra Alepo retomados

STR/EPA

Ativistas temem que seja o início da operação final do regime para a conquista da cidade síria sitiada

Ataques aéreos contra o leste de Alepo ocorreram esta terça-feira, sendo os primeiros bombardeamentos desde meados de outubro, altura em que o regime sírio e a sua aliada Rússia anunciaram a paragem dos ataques e a abertura de corredores para que civis e rebeldes pudessem sair da cidade sitiada.

Pelo menos três pessoas morreram, segundo indicou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, nos bombardeamentos que atingiram os bairros de Haidariya, Masakin Hanano e Sheikh Faris.

Ativistas temem que seja o início da operação final do regime para a reconquista da cidade sitiada.

Há também informações de que um hospital localizado numa aldeia a oeste de Alepo foi bombardeado, sendo a terceira instalação médica a ser atingida em 24 horas.

Os regresso dos bombardeamentos contra Alepo ocorrem na mesma altura em que a Rússia anuncia o início de uma grande operação nas províncias sírias de Idlib e Homs.