Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Obama sobre Trump: “Queremos fazer todos os possíveis para o ajudar”

KEVIN LAMARQUE/ Reuters

O Presidente cessante e o Presidente eleito encontraram-se na Casa Branca. A reunião deveria durar meia dúzia de minutos, mas acabou por se prolongar

Barack Obama e Donald Trump nunca se tinham conhecido pessoalmente. Esta quinta-feira, dois dias após as eleições norte-americanas, o Presidente cessante e o Presidente eleito encontraram-se na Casa Branca. Foi mais de uma hora de conversa, mas ambos pouco revelaram do que falaram neste “excelente diálogo”.

“Falámos sobre assuntos organizacionais da Casa Branca. Falámos sobre política interna-cional. Falámos sobre política interna”, disse Obama aos jornalistas após o encontro. E, tal como no seu último discurso à nação, voltou a insistir na união: “A minha prioridade nos próximos dois meses é tentar facilitar a transição. Independentemente do partido ou pre-ferência polícia, acredito que é importante unirmo-nos e trabalharmos juntos para lidar com os vários desafios que enfrentámos”.

A reunião entre ambos prolongou-se bem mais do que era esperado. E, por Donald Trump, teria demorado ainda mais um pouco. “Falámos sobre várias situações, algumas maravilhosas outras difíceis. Estou expectante em relacionar-me com o Presidente no futuro. Senhor Presidente, foi uma honra estar consigo e espero que no futuro isso volte a acontecer muitas outras vezes”.

Também Michelle Obama e Melania Trump se encontraram esta quinta-feira na Casa Branca. Para a tarde estava programada uma fotografia com ambos os Presidentes e primeiras-damas, mas acabou por ser cancelado.