Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Dois aviões de combate dos Marines colidem sobre o Pacífico

TOSHIFUMI KITAMURA / AFP / Getty Images

O acidente aconteceu durante uma missão de treino, mas ambos os pilotos se salvaram

Dois aviões de combate dos Marines norte-americanos colidiram esta quinta-feira sobre o Pacífico, frente a San Diego, no Estado da Califórnia, mas ambos os pilotos estão salvos, informaram fontes militares.

Os aviões F/A-18 Hornets, com monopostos, colidiram durante uma missão de treino sobre o oceano. Um dos pilotos conseguiu aterrar o aparelho numa base próxima e o outro ejetou-se sobre a água.

Fontes do Corpo de Marines adiantaram que não tinham informação sobre o estado de saúde dos pilotos ou mais detalhes. A causa do acidente está sob investigação.

Esta colisão sucede à queda de um avião ocorrida em 25 de outubro no deserto da Califórnia. O piloto envolvido neste acidente ejetou-se sem ferimentos, depois de o aparelho ter caído próximo do Centro de Combate Ar-Terra do Corpo de Marines, em Twentynine Palms, uma base que se espalha a leste de Los Angeles.

Em julho, outro avião Hornet caiu durante uma missão de treino na base no deserto, matando o piloto.

Hoje mesmo, antes de se saber deste novo acidente, o comandante dos Marines dos EUA tinha ordenado uma pausa de um dia nas operações nacionais para reflexão e procura de melhorias na organização e modus operandi, depois de uma série de quedas de aviões, mortes fora de combate e casos de mau comportamento.

O general Robert Neller, em documento enviado aos seus comandantes (e obtido esta quinta-feira pela agência noticiosa Associated Press), afirmou que este ano já morreram 140 marines, mas apenas um em combate. Neller adiantou que os militares estão a ter demasiados acidentes durante os treinos e incidentes de comportamento incorreto, apelando aos militares para que reflitam.

O chefe dos Marines ordenou que os comandantes façam uma paragem de um dia, até ao dia 1 de dezembro, para os operacionais no ativo, e até fevereiro, para as unidades de reserva.