Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Rust Belt” deixou-se seduzir pela mensagem de Trump

CARLO ALLEGRI/REUTERS

Várias fontes do Partido Republicano ouvidas pelo Expresso durante a longa noite eleitoral acusam ainda as empresas de sondagens de terem falhado grosseiramente nas projecções e explicam que o eleitorado branco, conservador e operário votou em massa no magnata nova-iorquino

Donald Trump superou as expectativas e está prestes a conquistar a Casa Branca. Aguarda-se apenas os resultados dos estados do Wisconsin, Michigan e Pensilvânia, no coração da cintura industrial americana (“Rust Belt"), que aparentemente se deixou seduzir pela mensagem antiglobalização do candidato conservador.

Várias fontes do Partido Republicano ouvidas pelo Expresso durante a longa noite eleitoral acusam ainda as empresas de sondagens de terem falhado grosseiramente nas projecções e explicam que o eleitorado branco, conservador e operário votou em massa no magnata nova-iorquino.

Num trabalho a ser publicado na edição de esta sexta-feira do Expresso Diário, políticos conservadores revelam, ainda, o grande segredo do sucesso, ou seja, a entrada em jogo dos democratas desiludidos com a deslocalização das empresas americanas ao longo de décadas, o que gerou altos índices de desemprego no “Rust Belt”.

Falamos dos “Reagan Democrats”, o tal eleitorado de esquerda que votou em Ronald Reagan em 1984. “A partir de hoje serão rebaptizados de “Trump Democrats”, disse, ao Expresso, Edward Rollins, conselheiro de várias administrações republicanas.