Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Daniel Ortega ganha terceiro mandato consecutivo na Nicarágua

O Presidente da Nicarágua Daniel Ortega e a sua mulher Rosario Murillo votam nas eleições presidenciais

RODRIGO ARANGUA/POOL / EPA

Numa contagem inicial, o ex-guerrilheiro marxista recebe 72,1% dos votos nas eleições presidenciais nicaraguenses, com 66,3% das assembleias de voto contadas. Autoridades eleitorais confirmam vitória do atual Chefe de Estado.

A confirmar-se a tendência da contagem de votos, ainda incompleta, Daniel Ortega terá garantido um terceiro mandato consecutivo como Presidente da Nicarágua. Desta vez, terá a sua mulher, Rosario Murillo, como vice-presidente.

O ex-guerrilheiro marxista, candidato da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN), soma 72,1% dos votos, numa contagem parcial. O seu principal adversário, Maximino Rodriguez, que concorreu pelo Partido Liberal Constitucional, recebeu 14,2% dos votos.

“Não reconhecemos os resultados desta farsa”, afirma Violeta Granera, líder do partido de oposição Frente Ampla pela Democracia. Milhares de apoiantes da FSLN encheram as ruas de Manágua, capital do país, em celebração da sua anunciada vitória. “Graças à revolução sandinista, tenho esperança de continuar a progredir, pois sou apoiada bom um bom governo”, afirmou Ana Luisa Baez, apoiante de Ortega.

Se os resultados finais confirmarem a sua vitória, será o quarto mandato do Presidente Daniel Ortega. Foi eleito pela primeira vez em 1985, após a vitória dos sandinistas na revolução que derrubou o Governo de Somoza, e ficou no poder até 1990. Foi eleito de novo em 2007, tendo já cumprido dois mandatos consecutivos e estando à beira do terceiro.